Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Parva, parva, parva! Sou mesmo PARVA!

Pois não tenho outro adjectivo mais adequado à minha pessoa desde setembro. Parva, parva e parvalhona!

 

Passo a explicar: na reunião geral do início do ano lectivo da escola onde dou aulas à segunda-feira, foi-nos pedido que ficássemos com os alunos desde o fim das aulas até às 17.30h, enquanto os pais não os vêm buscar.

 

Se me pediram isto, assim eu fiz. Embora a minha aula seja só de 1.30 min., entro 15 minutos antes para os miúdos lancharem e fico 15 minutos depois até os pais os virem buscar.

 

Sempre achei estranho eu estar sozinha ao portão. Sempre me vi só a mim com a turma que tinha nesse dia e os miúdos das outras turmas nunca os vi cm nenhum professor a acompanhar.

 

Hoje, estava eu ao portão da escola feita parva, quando passam por mim todos lampeirinhos o professor de educação física e o de música e saem da escola.

 

De repente, fez-se um clique na minha cabeça... um clique, não, foi mesmo um relâmpago daqueles bem grandes! Então não é que a tansa aqui era a única que ficava mais 15 minutos depois da hora da saída?!? Poupem-me! Não se aguenta que alguém seja tão parva! É mais meia hora por dia e ninguém me paga.

 

Acho que vim a deitar fumo pelas orelhas pelo caminho. Expliquem-me lá como se pode ser tão parva!!!! Juro aqui perante vós que aqui a Miss Pepper Alves Redol não ficará nem mais um minuto depois da hora de saída. E o primeiro dia será já amanhã! Grunf!